Como transferir dinheiro do e para o Pay Pal?

Uma dúvida comum de pessoas que gostam de usar o Pay Pal para fazer compras em sites nos EUA é como transferir dinheiro para carregar a conta e como sacar o dinheiro que está na conta, trazendo-o para o seu país. Vamos lá, então:

- Opção clássica: Cartão de crédito internacional – Com um cartão de crédito internacional você pode carregar fundos em sua conta do Pay Pal, fazer compras diretamente
(sem precisar carregar a conta, só usando o cartão via Pay Pal – isso para evitar ter que digitar o número do cartão em sites duvidosos ou por pura preguiça mesmo) e pode resgatar fundos (se você vender alguma coisa, se quiser de volta os fundos que depositou ou se alguém transferir dinheiro para o seu Pay Pal), solicitando um saque do Pay Pal para o seu cartão de crédito. Essa opção é muito boa para quem começa a vender produtos digitais pela web como serviços, e-books, mp3, etc. e acaba vendendo para pessoas que moram em outros países como Portugal ou mesmo EUA e UK, onde há uma grande concentração de brasileiros e se torna necessário trazer o dinheiro para o Brasil. A transação é toda feita na moeda do comprador e o valor é transferido para a moeda que você determinar como padrão em sua conta do Pay Pal (infelizmente, o real ainda não é uma opção, mas para brasileiros, tanto o dólar quanto o euro servem). Os valores das compras vão se acumulando na conta do Pay Pal e podem ser deixados lá para uso pessoal (para futuras compras em sites que usam o Pay Pal) ou pode ser sacado para o cartão de crédito.

- Opção para quem tem conta bancária nos EUA: Uma conta bancária nos EUA pode ser aberta por brasileiros por serviços diversos – geralmente empresas que prestam o serviço de abertura de empresa nos EUA também abrem contas. Ou você pode abrir uma conta durante uma viagem turística aos EUA. Não há burocracia praticamente nenhuma para abrir uma conta nos EUA, mas é claro que as coisas mudam, então é sempre bom dar uma verificada com profissionais que prestam esse tipo serviço sobre os requerimentos atuais. Valores depositados em uma conta do Pay Pal podem ser resgatados para qualquer conta bancária nos EUA e daí você faz uma wire transfer para o Brasil através do internet banking do banco norte americano. Essa opção não é melhor do que a anterior, porém. As taxas de cartão de crédito são as mais baixas disponíveis para o consumidor comum. As taxas para uma wire transfer são bem maiores e podem envolver uma ligação internacional para o banco (que atenderá, obviamente, em inglês). Então, se tudo isso é muito complicado para você ou se você não fala inglês, fique com a primeira opção.

- Opção “tabajara”: Para quem não tem como conseguir um cartão de crédito internacional nem abrir uma conta bancária nos EUA, existe ainda uma luz no fim do túnel. É possível criar uma conta em sites como ScriptLance ou Plimus. Esses sites, pelo menos até a data da finalização deste artigo, oferecem ao usuário a possibilidade de solicitar um cartão ATM – cartão de débito que funciona em qualquer caixa eletrônico do mundo. O esquema, então, é transferir dinheiro do Pay Pal para sua conta nesses sites, geralmente como se você estivesse sendo pago por um cliente (no caso, você mesmo em sua conta no Pay Pal). O valor pago é carregado no cartão ATM e você pode sacar em moeda local em seu país. Para o Plimus, pode ser necessário criar um “botão de compra”, colocar nuam página da web e comprar seu próprio produto com o dinheiro da conta do Pay Pal para que o saldo passe do Pay Pal para o Plimus. Essa opção, no entanto, pode estar com os dias contados com o cerco se fechando cada vez mais para opções de transferência de dinheiro para dentro e fora dos EUA. A Índia, por exemplo, já proibiu o tal cartãozinho ATM (Payoneer) do Scriptlance. O e-Gold costumava ser o sonho de consumo para transferência de dinheiro global sem fronteiras, mas o FBI e o serviço secreto norte americano acabaram com o “bem bom”. Outros serviços que oferecem a possibilidade de tráfego de moeda também podem estar ameaçados.

Essa terceira opção, vale mencionar, beira a ilegalidade já que os governos (principalmente o brasileiro!) querem ter controle total sobre as transferências monetárias de seus cidadãos e não gostam da idéia de que você possa transferir dinheiro de um país para outro livremente sem passar pelos canais “monitorados”. A primeira opção é a mais segura e legal e dificilmente lhe trará qualquer problema. Se você não tem um cartão de crédito internacional, converse com seu gerente. Hoje em dia está muito mais fácil de conseguir um.


Imprimir Imprimir

Fran Christy é formada em administração de empresas com especialização em planejamento estratégico. Fran vive em Seattle, EUA e escreve sobre desenvolvimento pessoal, produtividade e estratégias de vida voltadas para a construção de um estilo de vida mais livre e com propósito. Mais detalhes sobre o trabalho da autora no site http://www.vivendointensamente.com.br

Comentários

7 Comentários to “Como transferir dinheiro do e para o Pay Pal?”
  1. Eduardo says:

    O paypal hoje tem como trasnferir dinheiro direto para conta corrente, mais será que o banco cobra alguma taxa por essa trasnferencia, o só o paypal que cobra taxa?

    • Roberto says:

      O depósito que o Pay Pal faz é igual a qualquer outro depósito, banco nenhum cobra por depósito…

      Achei um grande avanço que o Pay Pal fez de expandir as opções para os Brasileiros! Hoje em dia eu transfiro dinheiro pra minha filha nos EUA pelo Pay Pal tranquilamente como se fosse uma conta bancária, sem todos os trâmites complicados e burocráticos de uma transferência internacional. Tenho meus cartões de crédito registrados no Pay Pal e quando preciso transferir pra ela mando pelo Pay Pal e seleciono para debitar do meu cartão de crédito. Já tentei outras formas e o Pay Pal é a forma mais barata possível pois ao debitar no seu cartão de crédito (apesar do IOF) você está pagando a taxa do dólar mais barata possível para transferência.

      Roberto

    • Thalita says:

      Olá Eduardo quando vc transfere fundos ou saldos do paypal para a conta corrente se o valor for acima de R$300,00 reais não é cobrado nada, se for inferior vc paga uma taxa de R$3,00. Paypal cobra taxa quando existe transferencia de valores ou pagamentos normalmente gira em torno de 7%.

  2. Felipe says:

    Olá, eu possuo o Payoneer e estou na dúvida entre qual opção é melhor para eu receber dinheiro em dólar no Brasil, se é por este cartão ou transferência bancária. Digo isso porque o cartão da ATM cobra taxa para a empresa me pagar, eu pago para receber o $ na conta, depois pago taxa novamente para converter o dólar em real (o que é um absurdo, taxa de 3% do valor total!), depois taxa para cada saque que eu realizar. Ainda não saquei, mas acredito que ainda tenha uma boa taxa do banco brasileiro variando de qual caixa eletrônico da ATM vou sacar, não tenho idéia de qual teria a taxa mais baixa (BB, Bradesco, Itaú, Satander ou HSBC). Enfim são diversas taxas. Por transferência bancária a taxa é altíssima, mas como é uma taxa fixa, se o valor for alto talvez vala a pena, eu só não sei se além da taxa fixa há taxas para a conversão do dólar para o real e se sim, de quanto seria. Sobre o PayPal, tb possuo conta + ainda não utilizei, mas tem todas essas taxas chatas que o Payoneer tem rs. Se puder me ajudar com algumas das minhas dúvidas vou agradecer muito!
    :)

  3. Paulo says:

    Paa quem trabalha na Escócia e pretende transferir para Portugal, qual o valor que a PayPal cobra numa transferência?
    Tem montantes minímos/máximos para transferências?
    Quais as taxas cobradas numa transferência?
    E quem não tem Cartão de Crédito como se faz?

    Obrigado,

    Paulo

  4. marco says:

    moro nos Estados Unidos e estou este mes com minha mae em SP, quero levar 10 mil reais comigo, qual a forma mais barata? paypal ou banco do brasil retirando com cartao de debito 600 dolares todo dia? obrigado.

    • João says:

      Pay Pal é sempre mais barato do que tirar dinheiro no caixa eletrônico. No Pay Pal, tudo o que você paga é 2.9% de taxa. Via caixa eletrônico, você paga taxas de saque no exterior, taxa do próprio caixa eletrônico internacional cada vez que você saca, mais IOF. Não vale a pena.

Entre na conversa!

Deixe aqui sua opinião.

A seção de comentários é uma ferramenta de interação entre leitores e feedback para o autor. Não faça perguntas para o autor através dessa seção, o autor não poderá responder.